História do Ipasgo

 

 Origem do Ipasgo

O Instituto de Assistência dos Servidores Públicos do Estado de Goiás — IPASGO é hoje referência nacional na área de assistência à saúde,oferecendo uma ampla rede credenciada de profissionais, clínicas, laboratórios e hospitais aos seus 620 mil usuários. À chegada do novo milênio motivou o Ipasgo a planejar e adotar um novo modelo organizacional com foco no cliente, parcerias com benefícios mútuos, equilíbrio financeiro, produtividade e gestão transparente, visão, missão e planejamento estratégico.

Em sua origem, o Ipasgo funcionava como um grande guarda-chuva, que abrigava todos os benefícios aos servidores estaduais. Com o desenvolvimento do Estado e da sua máquina administrativa, foi transferindo obrigações a outros órgãos, cuidando exclusivamente hoje da assistência à saúde. O grupo original a ser atendido são os servidores estaduais e seus dependentes. Mas o Ipasgo está autorizado a firmar convênio com outras estruturas públicas, como prefeituras, câmaras municipais e órgãos federais, para prestar os seus serviços.

A definição de metas e objetivos gerou conceitos e atitudes incorporados a essa nova filosofia gerencial. As ações empreendidas resultaram em saneamento das contas, descentralização administrativa, humanização do atendimento, agilidade nos processos e desenvolvimento de programas especiais.

A consolidação do novo modelo organizacional veio, inicialmente, com os resultados da Lei nº 14.081, que instituiu o Ipasgo em abril de 2002, e, recentemente, teve o seu funcionamento regulamentado pela Lei 17.477 de 25 de novembro de 2011, que estabeleceu os fundamentos para a atual estrutura do Instituto. Apesar de a assistência ser facultativa para o servidor, o número de adesões ao Ipasgo cresce a cada dia, demonstrando a credibilidade que o Instituto desfruta junto aos seus usuários, à rede credenciada e à sociedade.

Os desafios, no entanto, continuam, e o Ipasgo não os ignora. Ao contrário, monitora diariamente seus processos com o objetivo de promover melhorias nas áreas necessárias, sempre levando em conta sua história, seus usuários e colaboradores.O Instituto pode ser traduzido hoje por palavras como modernidade, competitividade e transparência. Veja a seguir o histórico do Ipasgo desde a sua criação até os dias atuais, com a relação de todos os dirigentes que já passaram pelo órgão.

 

DÉCADA DE 60 

Histórico

Em 22 de outubro de 1962, no governo de Mauro Borges, através da Lei nº 4.190, nascia o Ipasgo - Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Estado de Goiás, entidade autárquica e estadual, dotada de personalidade jurídica de direito público interno, com autonomia administrativa, financeira e patrimonial. O primeiro presidente foi Jahyr Abrão Estrela, e o Instituto foi instalado na Rua 01 com a Avenida Goiás, no Centro de Goiânia.

Presidentes:

- Jahyr Abrão Estrela de 29/11/62 a 31/01/66
- Luiz Fernando da Silva de 01/02/66 a 15/03/71

 
DÉCADA DE 70

Histórico

Em 1971 o Ipasgo transfere-se para sede própria à Rua 02, Centro, no Edifício Rio Vermelho. O ano de 1972 é marcado pelo início do funcionamento da área odontológica, que ficava na Avenida Anhangúera, onde hoje é o prédio do Palácio do Comércio. Os cirurgiões dentistas eram do próprio Instituto. Nessa época não existiam odontólogos credenciados como hoje. Diferente do atendimento na área médica, onde o Ipasgo fez opção desde o início pela rede credenciada.

Presidentes:

- Luiz Fernando da Silva de 01/02/66 a 15/03/71
- Ary Jacomossi de 16/03/71 a 15/03/75
- Oscar Soares de Azevedo Júnior de 16/03/75 a 06/06/76
- Fued Taufic Rassi de 07/06/76 a 15/03/79
- José Ferreira Pires Filho de 16/03/79 a 08/02/83

 

DÉCADA DE 80

Histórico

Em 12 de maio de 1983, pelo Decreto nº 2.215, é criada a primeira Diretoria Administrativa do Ipasgo, que substituiu o Departamento de Administração. O primeiro diretor foi Adhil de Amorim. Em 1987 o Ipasgo tem, pela primeira vez, uma mulher no cargo de diretora. Graciara Matos de Azevedo foi diretora de Assistência no período de março de 1987 a março de 1988. Em 1983 é aberta a Farmácia do Ipasgo, com a proposta de levar aos segurados medicamentos com 40% de desconto. Na época, o beneficio era inédito no país. As
farmácias distribuífam também gratuitamente os remédios da Central de Medicamentos - (CEME).

Presidentes:

- José Ferreira Pires Filho de 16/03/79 a 08/02/83
- Joceli Machado de 09/02/83 a 14/03/83
- Luís Rassi de 15/03/83 a 05/02/86
- José Quinan de 06/02/86 a 13/06/87
- Lício Gabriel Borges de Andrade de 15/06/87 a 05/01/90

 

DÉCADA DE 90

Histórico

Em março de 1999 o Ipasgo muda para sua atual sede, no Setor Pedro Ludovico. Nela são centralizados todos os serviços oferecidos, além da área administrativa. O Departamento Odontológico foi a último a se mudar para o edifício-sede.

Presidentes:

- Lício Gabriel Borges de Andrade de 15/06/87 a 05/01/90
- Roberto Maia Arantes de 01/02/90 a 14/03/91
- Carlos Luz Elias de 15/03/91 a 06/02/94
- Bento Xavier de Almeida de 07/02/94 a 31/12/94
- Délio de Souza Bastos de 01/01/95 a 12/05/97
- José de Fátimo Moreira de 15/05/97 a 02/04/98
- Arédio Teixeira Duarte de 03/04/98 a 21/11/98
- Naudiomar Elias de Souza de 22/11/98 a 31/12/98
- Gedyr Vieira da Silva Júnior de 01/01/99 a 09/11/99
- Jeovalter Correia dos Santos de 10/11/99 a 31/12/01


SÉCULO 21-- A partir de 2001

Histórico

Em dezembro de 2001, o IPASGO foi recomendado para a certificação NBR ISO 9001:2000, sendo o primeiro Instituto de Assistência e Previdência no país a ter seus serviços certificados, segundo normas internacionais de qualidade. Fato que lhe confere um marco tão importante quanto o de 1962, quando foi criado. As melhorias implantadas no órgão e os resultados que culminaram na certificação NBR ISO 9001:2000 do Instituto em 2002, foram possíveis graças a uma administração honesta, transparente e que priorizou a política do foco no cliente.

A década marca a preocupação do Ipasgo em atingir a sua máxima de qualidade, atendendo aos princípios da gestão da qualidade. Garantindo esse salto, em 2009 o Instituto chega aos 47 anos com quase 700 mil usuários, mais de 5,4 mil prestadores de serviços e 11 regionais distribuídas e postos de atendimento espalhados em todo o Estado.

Vários programas que beneficiam diretamente seus usuários são oferecidos como o Ipasgo Domiciliar, que atende pacientes oncológicos em fase terminal, dependentes de oxigênio e doentes crônicos. Eles são assistidos por uma equipe multidisciplinar que apoia também seus familiares. O programa foi criado para diminuir o ônus para o Ipasgo com  internações recorrentes. O Programa de Apoio Social (PAS) é outro benefício que consiste do desconto concedido na coparticipação para o servidor estadual ativo e inativo e
seu grupo familiar após avaliação socioeconômica para os tratamentos crônicos e onerosos.

O Instituto, adeso ao Programa Qualidade Goiás, foi premiado em todas as edições do Prêmio Qualidade do Governo de Goiás - PPQG, que foi instituído em 2000 pelo Governo, com o objetivo de resgatar o verdadeiro valor do serviço público, disseminando ideias sobre os benefícios da qualidade, a importância da participação do servidor no processo de mudança e a busca contínua pela qualidade no serviço público, bem como melhorias no desempenho dos serviços prestados.

Todos dentro do Instituto sabem que essa conquista não é um fim em si mesmo, mas um caminho, um norte, uma ferramenta de gestão, uma vitrine que precisa ser polida diariamente, para poder continuar com esse brilho que lhe é conferido com muito trabalho e dedicação. Os colaboradores do Ipasgo são conscientes da sua responsabilidade e dispostos, cada um na sua função, a continuar desempenhando o seu papel de fazer do Instituto uma referência junto aos seus usuários/clientes e toda a sociedade.

Ao longo do tempo, vários canais de comunicação com o Instituto foram criados. E 2018 chega com atendimento ao cliente pelo 0800, aplicativo Ipasgo Fácil, internet, postos de atendimento Vapt-Vupt e nas 17 Regionais e Postos de Atendimento no interior do Estado. Para garantir a manutenção da certificação do sistema de gestão da qualidade, o Ipasgo sempre investe na qualificação de seus colaboradores e na modernização de sua gestão.

Entre as principais conquistas do Ipasgo nos últimos anos estão:

  • Certificação ISO 9001;
  • Padronização do atendimento;
  • Informatização total dos procedimentos do Ipasgo;
  • Criação da Ouvidoria - canal de comunicação com o cliente;
  • Criação de canais de atendimento pela Central 0800, pelo site www.ipasgo.go.gov.br e pelo aplicativo Ipasgo Fácil;
  • Cartão Magnético - projeto Ipasgo sem fila, que possibilita atendimento descentralizado, ágil e de qualidade aos usuários;
  • Página na internet - oferecendo vários serviços on-line;
  • Utilização de redes sociais para divulgação das inovações do plano de saúde;
  • Faturas eletrônicas - envio pela internet da prestação de serviços de assistência à saúde das entidades e profissionais credenciados junto ao Instituto;
  • Auditoria eletrônica corretiva - programa de análise informatizada da fatura eletrônica que subsidia o auditor de informações detalhadas do atendimento prestado ao segurado;
  • Auditoria eletrônica autorizativa - programa de autorização de procedimentos baseado em dados informatizados;
  • Mapeamento de processos - agilização no fluxo dos processos;
  • Ampla cobertura médica;
  • Isenção total de coparticipação em quimioterapia e radioterapia;
  • Implantação do Pronto Socorro Pediátrico — unidade que funciona 24 horas por dia no atendimento de urgência e emergência pediátrica;
  • Implantação da Unidade de Atendimento Médico Ambulatorial do Ipasgo — unidade que oferece consultas eletivas em especialidades com deficit de profissionais no mercado.
  • Construção e inauguração da primeira ala do Hospital do Servidor Público.

 

Presidentes:

- Jeovalter Correia dos Santos de 10/11/99 a 31/12/01
- Antônio Bauer Maciel Batista de 01/01/02 a 31/12/02
- Wanderley Pimenta Borges de 01/01/03 a 08/12/05
- Nelson Siqueira de Moraes de 09/12/05 a 20/08/07
- Alberane de Sousa Marques de 20/08/07 a 1º/05/08
- Geraldo Lemos Scarulles de 02/06/2008 a 31/12/2010
- José Taveira Rocha de 1º/01/2011 a 16/05/2012
- Sebastião Ferro de Moraes de 16/05/2012 a 03/09/2012
- Francisco Taveira Neto de 03/09/2013 a 06/09/2017
- Romeu Sussumu Kuabara de 06/09/2017 a 08/04/2018
- José Carlos Siqueira de 08/04/2018 a 06/02/2019
- Silvio Fernandes de 06/02/2019 a 02/07/2020
- Hélio José Lopes de 02/07/ 2020 a 20/09/2021
- Ismael Alexandrino de 20/09/2021 a 12/11/2021
- Leonardo Lobo Pires de 13/11/2021 a 05/04/2022
- Vinicius de Cecílio Luz de 19/04/2022 até o momento